Pular para o conteúdo principal

BIOCIBERNÉTICA BUCAL – odontologia sistêmica

Denominação genérica das técnicas ortodônticas de cunho holístico, com o objetivo de restabelecer o equilíbrio bioenergético. É uma forma de terapia ortodôntica avançada, representando um dos exemplos mais perfeitos de aplicação prática do pensamento holístico no campo da medicina. Trabalha com a tese de que a cavidade oral e os dentes são também microssistemas holísticos, ou seja, cada dente está relacionado com um órgão ou função orgânica ou psíquica e, quando estes elementos apresentam alguma alteração ou desequilíbrio, os dentes assumem posicionamentos anômalos.
REPRESENTAÇÃO GERAL DA PSIQUE DOS DENTES






















Foi seguindo este pensamento que alguns pesquisadores da Odontologia, por volta de 1970, percebendo em seus pacientes relações entre um tratamento dentário e uma disfunção orgânica, criaram um segmento da Odontologia, conhecido como Odontologia Sistêmica ou Biocibernética Bucal. Muitas conclusões foram tiradas a partir da coletânea de dados dos pacientes e dos seus quadros clínicos comparados ao desenvolvimento da arcada dentária. Várias pesquisas estatísticas foram realizadas além dos dados colhidos no consultório. Presídios, escolas, agremiações esportivas e etc., foram pesquisadas para se encontrar referências entre um estilo de vida e a boca.
O trabalho desta ciência consiste em restabelecer, na medida do possível, a poisção normal dos dentes, dos maxilares e a função da cavidade oral, através de aparelhos especiais adaptados a cada caso particular. À medida que o aparelho específico é usado, o indivíduo pode perceber mudanças e ajustes variados, seja no comportamento, nas reações, no humor, no temperamento e em muitas funções orgânicas alteradas.
Não encontraremos uma arcada dentária igual a outra, da mesma forma não encontraremos histórias pessoais idênticas. Porém, encontraremos momentos de vida parecidos, bem como construções dentárias parecidas. São estes parâmetros que norteiam os padrões que apresentamos.
arcada superior demostrou representar as relações com a Mãe.
Exemplo: os dentes superiores, projetados para frente significam uma educação materna sem limites ou a presença de uma avó que burla os limites impostos pela mãe, na tentativa de compensar erros que acredita ter cometido na educação da filha.
arcada inferior demostrou representar as relações com o Pai.
Exemplo: dentes inferiores apinhados, tortos, mal formados, pode ter sido gerado por uma educação paterna rígida moralmente (religiosidade, honestidade, etc.).
Os primeiros dentes de leite a emergirem, normalmente, são os incisivos centrais por volta dos 6 meses de vida. Eles nascem no momento em que a criança começa a se reconhecer como indivíduo, a conseguir criar um diferencial com sua presença, suas primeiras expressões no meio, procurando chamar a atenção para si. A criança começa a andar quando os dentes centrais superiores tocarem nos inferiores, permitindo maior equilíbrio no corpo. A troca destes dentes pelos definitivos, ocorre quando a criança começa a se expressar a nível de conhecimento, quando ela começa a ler e escrever, aproximadamente dos 5 aos 6 anos. Uma má formação nestes dentes provocará dificuldade de afirmação pessoal, liderança e auto-estima.
Normalmente, os primeiros dentes definitivos a surgirem na arcada da criança são os primeiros molares permanentes, chamados dentes da vida, devido a sua ligação com o sistema digestivo. Sua avaliação permitirá analisar como o indivíduo digere os conceitos a nível de idéias e crenças, bem como o próprio funcionamento da digestão dos alimentos. Seu surgimento ocorre por volta dos 6 a 7 anos, quando a criança começa a definir seus padrões de crenças e interesses pessoais, a se relacionar com o dinheiro e sua influência na conquista dos prazeres. O conflito gerado com a construção de suas próprias concepções em relação aos valores impostos pelos pais, poderão gerar disfunções nestes dentes. Portanto este dente é importante na realização financeira do indivíduo e como ele vive sua condição material.
Cada extração realizada produzirá uma dificuldade da personalidade em relação a função do dente na psiquê, podendo um outro dente migrar para o local deixado vazio, mas nunca poderá dar conta de suprir totalmente a importância do dente perdido. A prótese e o implante, como também o canal e a restauração, ajudarão, mas já haverá sempre uma deficiência estabelecida.
As relações inadequadas dos dentes entre si, as perdas de elementos dentais, o desvio do eixo da relação mandíbulo-maxilar podem nos trazer perturbações do tipo fadiga muscular, passando por várias etapas, inclusive a mialgia (dor muscular), muitas vezes confundidas com as nevralgias.
O fato é que todo desequilíbrio denota uma disfunção, a exemplo da tendência de mastigação sempre unilateral, o que denota o desequilíbrio muscular e conseqüente desarmonia de um e outro lado, o que certamente fará com que se desenvolva um certo grau de assimetria facial.

Biocibernética Bucal
A Biocibernética Bucal é uma técnica odontológica, que se dispõe a auxiliar ou mesmo a tratar problemas de saúde através do redimensionamento bucal. Ela encara o paciente odontológico como um todo, de uma maneira holística, sem esquecer que cada dente carrega informações de toda a vida do indivíduo.
Através de experimentos clínicos, pôde-se comprovar a relação da boca e dos dentes com o resto dos órgãos e tecidos do corpo humano.
É possível detectar aspectos psicológicos através do exame bucal com ênfase na Biocibernética, ou seja, consegue-se saber como a pessoa foi educada e qual seu molde cultural simplesmente examinando sua arcada dentária.
Na ilustração, pode-se observar uma relação entre cada dente e a personalidade, e o comportamento masculino e feminino nos ambientes sociais e afetivos. Inversões nas curvas de Spee e Wilson podem representar sérias alterações psiquiátricas. Os grupos de quatro dentes são divididos em quadrantes, em que o lado esquerdo corresponde ao relacionamento afetivo, e o direito, ao relacionamento social. Na arcada superior tem-se a correspondência com o feminino, e na inferior, com o masculino.
Incisivos centrais (superiores e inferiores) relacionam com o sistema neural. São dentes da inteligência e principalmente da personalidade.
Incisivos laterais são os dentes referentes ao relacionamento.  Eles também têm relação com o sistema neural, porém em menor intensidade, e com manifestações semelhantes às dos incisivos centrais.











Caninos são os dentes correspondentes ao sistema circulatório; são os dentes do inconsciente, do lado animal, que todos temos. Alterações neles denotam modificações quanto às reações de ataque e defesa, amor e ódio.
Primeiros pré-molares correspodem ao sistema excretor (rins e intestinos), e relacionam-se ao contexto emocional, à segurança.
Segundos pré-molares correspondem ao sistema respiratório (pulmões até vias aéreas inferiores e superiores, e relacionam-se a liberdade). Sintomas relacionados aos primeiros pré-molares confundem-se com os dos segundos pré-molares, porque a representação destes no contexto psicológico está voltada para a liberdade e o outro para a segurança; ninguém tem segurança quando perde a liberdade.
Primeiros molares correspondem ao sistema digestivo, e relacionam-se à auto-suficiência. Este dente é o que mais costuma ter cáries e o que mais as pessoas perdem durante a vida, pois ser auto-suficiente é, sem dúvida alguma, um dos principais motivos de tensão do ser humano.
Segundos molares são dentes muito importantes, pois correspondem ao processo hormonal (glândulas endócrinas e seu hormônios).
Terceiros molares (conhecido como o dente do “juízo”) nascem por volta dos 20 ou 21 anos e correspondem ao sistema linfático.
É possível mudar aspectos psicológicos e sistêmicos, mudando o posicionamento dos dentes. Ortodontistas experientes comentam que seus pacientes melhoraram na escola ou mesmo ficaram mais calmos. Na verdade, todo tratamento ortopédico ou ortodôntico interfere no comportamento do indivíduo. Mudar os dentes não significa mudar a maneira de pensar das pessoas, e enquanto não se trabalhar tudo ao mesmo tempo teremos recidivas eternas. Na parte sistêmica o mais impressionante são os resultados na área respiratória, onde se tem conseguido reverter inúmeros problemas de saúde como: adenóides, rinites, amigdalites, epilepsia, bronquite, dentre outros problemas tratados somente através da boca, e usando-se apenas acompanhamento médico nos casos mais graves.
Para tratamento da boca, em que a deformação da arcada está interferindo na postura, recomenda-se aos pacientes técnicas de massagem como: RPG, Do-In, Shiatsu, Holfing, dentre outras para auxiliar o tratamento.

Postagens mais visitadas deste blog

AS 21 BÊNÇÃOS PRODUZIDAS NO JEJUM DE DANIEL

Nova perspectiva inicio hoje. Gratidão pela consciência.  Quarta feira de cinzas. Inicio de tempo de meditação e retiro espiritual. Deserto Interior.

Atualmente existem livros e livros falando de 40 dias de deserto, de meditações... Mas quem me conhece a mais de década sabe que já organizei meditações para 40 dias de jejum e como foi publicado em 1999, tenho como "provar" que não é por modismo que estou iniciando meu deserto 2015 hoje. Estou reeditando a forma e talvez os textos... Quero me colocar em deserto interno e meditar com profundidade e vou fazer isso buscando o que Daniel também buscou a tantos milhares de anos. Sim desta vez farei o jejum de Daniel de 21 dias.
O conceito de um jejum de Daniel vem de Daniel 1:8-14: "Mas, Daniel decidiu não contaminar-se e pediu permissão para não ingerir as comidas reais. Foi atendido.
O que tinha acontecido é que Daniel e seus três amigos haviam sido "deportados" para a Babilônia, quando Nabucodonosor e os babilônios…

Pessoa especial em um dia especial: Maria Julia

Existem “pessoas mágicas” em todos os lugares ao nosso redor. Elas são aquelas com as quais você conhece a felicidade, aquelas te ajudam a voar, brilhar e caminham contigo. São as pessoas com as quais você compartilha a cumplicidade, aquelas que um gesto, ato ou palavra simplesmente mudam seu estado de espirito. Tem um dom especial de transmutar as coisas, essas pessoas magicas pela sua presença alquímica, muitas vezes criam as condições favoráveis para que você possa aliviar  as agruras da sua jornada.
Há pessoas mágicas. Eu juro, já as vejo em varios lugares. Elas estão escondidas em todos os cantos do planeta. Disfarçadas como normais. Ocultando sua maneira especial de ser. Elas tentam se comportar como os outros. Entretanto, às vezes é muito difícil identificá-las. Mas, quando você as descobre, não há como esquecer. ” – Autor desconhecido

Quando li este texto, automaticamente pensei em você Maria Júlia, pessoa especialmente “mágica” que convivo diariamente. 
Você me desafia a evoluir…

Se com as cores do mundo colorir vai desta terra usufruir

Assisti no Animal Planet reportagem sobre o cerrado brasileiro sobre a parceria que existe entre os animais: as formigas cortadeiras, os lobos guarás, tamanduás...

Cada um respeita o ciclo e assim todos vivem bem. Quando o ser humano chegou e arrancou os cupinzeiros os formigueiros para plantar soja alterou essa parceria.
Precisamos repensar a intervenção que estamos fazendo da vida no planeta????
Se pensas que esta Terra lhe pertence? Se crê que só gente é seu semelhante... Vc tem muito que aprender...