Pular para o conteúdo principal

Estamos separados? Desligados? Desconectados?


Uns tempos atrás eu estive quieta na minha caverna.  E na saída comecei a revisar emails, minhas redes sociais, e fiquei pensando... É assustador o quanto estamos interligados e se assim o desejarmos, expostos... E se não desejarmos será que também não???

Hoje minha teoria pessoal é de que ninguém mais esta escondido de nada e de ninguém... Basta conhecer um pouquinho da CIA americana, e inteligencias nas policias do mundo inteiro. As imagens google earth online? 
Se você pensa em não estar nas redes sociais, engano... Alguém já escreveu sobre você em alguma delas. Até os que nem ler sabem; estão em listas, estatísticas, e nos documentos da Justiça. Então melhor aprendermos a conhecer e lidar com essa exposição toda que veio com a globalização.


Isso é muito bom para o e commerce. Mas fiquei imaginando os efeitos psicológicos disso na nossas vidas daqui um tempo. E sai em busca, na própria rede de ver o que os estudiosos e os cientistas tem falado a respeito. Confesso que me assustei com os milhões de links, no google, yahoo, cadê, etc e tal.

Usar a Internet é muito bom, precisamos nos atentar para o fato de que estamos todos conectados a outros através de redes sociais, em parte, isso é bom porque essas redes nos influenciam em vários aspectos positivos como também nos negativos. E em áreas que ainda não temos ideia e nem controle. Entre tantos textos interessantes encontrei esse; que pode servir como base para iniciar nossa reflexão:

Seis graus de separação  

     Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre

Seis graus de separação (também conhecido como o "Homem Web") refere-se a ideia de que todos estão, no máximo, seis passos de distância de qualquer outra pessoa na Terra, de modo que uma cadeia de "um amigo de um amigo" declarações podem ser feito para ligar duas pessoas em seis passos ou menos. Foi originalmente estabelecidos pelo Frigyes Karinthy e popularizada por uma peça escrita por John Guare .

Statist teorias sobre design ideal das cidades, os fluxos de tráfego da cidade, bairros e demográficas estavam em voga após a I Guerra Mundial . Estes [ carece de fontes? ] conjecturas foram ampliadas em 1929 pelo húngaro Frigyes Karinthy autor, que publicou um volume de contos intitulado Tudo é diferente . Uma dessas peças foi intitulado "Chains", ou "Cadeia de Ligações". A história investigada em abstrato, conceitual, e os termos de ficção de muitos dos problemas que cativar as futuras gerações de matemáticos, sociólogos e físicos no campo da teoria da rede.  Devido aos avanços tecnológicos nas comunicações e viagens, a amizade redes poderiam crescer e tempo de maiores distâncias. Em particular, Karinthy acreditavam que o mundo moderno foi 'encolhendo' devido a essa ligação cada vez maior de seres humanos. Ele postulou que, apesar da grande distância física entre os indivíduos do globo, a crescente densidade das redes de humanos, feitos a distância real social muito menor.

Como resultado desta hipótese, os personagens Karinthy Acredita-se que quaisquer duas pessoas poderiam ser conectados através de um máximo de cinco conhecidos. Em sua história, os personagens criam um jogo fora desse conceito. Ele escreve:

Um jogo fascinante cresceu fora desta discussão. Um de nós sugerido realizando o seguinte experimento para provar que a população da Terra é mais juntos agora do que jamais esteve antes. Devemos escolher qualquer pessoa a partir de 1,5 bilhões de habitantes da Terra, ninguém, a lugar nenhum. Ele aposta nos que, com não mais de cinco indivíduos, um dos quais é um conhecimento pessoal, ele poderá contactar o indivíduo selecionado usando nada, exceto a rede de relações pessoais. 

Essa ideia direta e indiretamente uma grande influência do pensamento inicial sobre redes sociais . Karinthy tem sido considerada por alguns como o criador do conceito dos seis graus de separação. 

Ver artigo principal: experiência de mundo pequeno

Michael Gurevich realizado trabalho seminal em seu estudo empírico da estrutura das redes sociais em seus 1.961 Massachusetts Institute of Technology tese de doutorado sob Ithiel de Sola Pool .  Matemático Kochen Manfred , um austríaco, que tinha sido envolvido no projeto urbano Statist, extrapolava estes resultados empíricos, em um manuscrito matemático, Contatos e Influências , concluindo que em uma população de tamanho nos EUA sem estrutura social ", é praticamente certo que dois indivíduos podem entrar em contato entre si por meio de pelo menos dois intermediários. Em um [ socialmente a população] estruturado, é menos provável, mas ainda parece provável. E, talvez, para a população de todo o mundo, provavelmente só mais uma ponte individual deve ser necessária. " Posteriormente construído Monte Carlo simulações, com base de dados Gurevich, que reconhecia que ao mesmo tempo forte e fraco conhecimento links são necessários para modelar a estrutura social. As simulações, realizadas em computadores relativamente limitada de 1973, foram no entanto capaz de prever que uma mais realista três graus de separação existente entre a população E.U., prenunciando as conclusões do psicólogo americano Stanley Milgram .

Milgram continuação de experimentos Gurevich em redes de convivência na Universidade de Harvard em Cambridge, Kochen E.U. e Sola Pool manuscrito de, contatos e influências, foi concebido enquanto os dois estavam trabalhando na Universidade de Paris no início dos anos 1950, durante um tempo quando Milgram visitados e colaborou em sua pesquisa. Seu manuscrito inédito circulou entre os acadêmicos de mais de 20 anos antes da publicação, em 1978. É formalmente articulado a mecânica de redes sociais, explorando as conseqüências matemáticas destes (incluindo o grau de conectividade). O manuscrito deixou muitas questões importantes sobre as redes por resolver, e uma delas foi o número de graus de separação efectiva das redes sociais. Milgram aceitou o desafio em seu retorno de Paris , levando para as experiências relatadas em O Pequeno Mundo problema na popular revista "Science" Psychology Today , com uma versão mais rigorosa do papel que aparece na sociometria dois anos depois. A Psychology Today artigo gerou enorme publicidade para os experimentos, que são bem conhecidos hoje, depois de muito tempo do trabalho de formação tem sido esquecido.


Ver artigo Milgram fez famoso, o seu conjunto de 1967 experimentos para investigar de Sola Pool e do "mundo pequeno problema Kochen. Matemático Benoit Mandelbrot , nascido na Lituânia , e tendo viajado extensivamente na Europa Oriental, estava ciente das regras Statist do polegar, e também foi um colega de Sola Pool, Kochen e Milgram da Universidade de Paris durante a década de 1950 (Kochen trazido Mandelbrot para trabalhar no Instituto de Estudos Avançados da IBM e mais tarde em os E.U.). Este círculo dos investigadores era fascinado pela interligação e "capital social" das redes humanas. resultados do estudo de Milgram mostrou que as pessoas nos Estados Unidos parece estar ligado por cerca de três laços de amizade, em média, sem especular sobre as ligações global, ele nunca realmente usou a expressão "seis graus de separação". Uma vez que o artigo Psychology Today deu ampla publicidade as experiências, Milgram, Kochen, e Karinthy todos tinham sido indevidamente atribuída a origem do conceito de seis graus, o mais provável popularizador da expressão "seis graus de separação" seria John Guare , que atribuiu o valor de 'seis' para Marconi .

Vários estudos, como o mundo é pequeno experimento Milgram , foram realizadas para medir empiricamente essa conexão. Embora o número exato das ligações entre as pessoas é diferente, dependendo da população medidos e os tipos de ligações utilizadas, é geralmente considerado relativamente pequeno. Assim, a expressão "seis graus de separação" é freqüentemente usado como sinônimo para a idéia do "mundo pequeno" fenómeno.

No entanto, críticos afirmam que o experimento de Milgram não demonstrar essa ligação, e os "seis graus de crédito" foi acusado como um "acadêmico mito urbano ".  . Além disso, a existência de grupos isolados de seres humanos, por exemplo, os Korubo e outras populações nativas do Brasil, tende a invalidar a estrita interpretação da hipótese.

Em 2001, Duncan Watts , professor da Columbia University , tentou recriar a experiência de Milgram sobre a internet, usando um-mail e como o "pacote" que precisava ser entregue, com 48.000 remetentes e 19 metas (em 157 países). Watts descobriu que o número médio (embora não no máximo) dos intermediários foi de cerca de seis anos.

Um estudo de 2007 por Horvitz e Jure Leskovec Eric analisou um conjunto de dados de mensagens instantâneas, composto de 30 bilhões de conversas entre os 240 milhões de pessoas. Eles encontraram a distância média entre os usuários do Messenger da Microsoft para ser 6.6 (alguns agora chamam a teoria, "os sete graus de separação" por causa disto.)

Em 2009, um site de relacionamentos chamado Glacir foi criado que usa o conceito de seis graus de separação para se conectar a humanidade. Ele automaticamente cria seus seis graus de separação para você, e não apenas conecta as pessoas ao redor do mundo, mas também mostra como você está conectado a notícias do mundo também.

Tem sido sugerido por alguns analistas que as redes convergentes de comunicação mediada por computador lateral poderia difundir mensagens individuais a todos os usuários interessados em todo o mundo conforme a 6 graus do princípio da separação via Grupos de Roteamento de Informação , que são redes especificamente projetado para explorar este princípio e difusão lateral.

Ajudar a salvar vidas e esclarecer as pessoas para a importância da doação de sangue. Este é o objetivo do projeto Veia Social, que foi criado via Twitter com a ideia de montar uma rede social na web para doadores, receptores e voluntários. Com a campanha Doe Sangue e Compartilhe Vida, a rede já agrega quase 400 pessoas que trocam informações e depoimentos sobre a doação de sangue, além de vídeos e fotos. O sistema permite ainda que os membros incluam pedidos de doação de sangue.www.veiasocial.com.br


Postagens mais visitadas deste blog

AS 21 BÊNÇÃOS PRODUZIDAS NO JEJUM DE DANIEL

Nova perspectiva inicio hoje. Gratidão pela consciência.  Quarta feira de cinzas. Inicio de tempo de meditação e retiro espiritual. Deserto Interior.

Atualmente existem livros e livros falando de 40 dias de deserto, de meditações... Mas quem me conhece a mais de década sabe que já organizei meditações para 40 dias de jejum e como foi publicado em 1999, tenho como "provar" que não é por modismo que estou iniciando meu deserto 2015 hoje. Estou reeditando a forma e talvez os textos... Quero me colocar em deserto interno e meditar com profundidade e vou fazer isso buscando o que Daniel também buscou a tantos milhares de anos. Sim desta vez farei o jejum de Daniel de 21 dias.
O conceito de um jejum de Daniel vem de Daniel 1:8-14: "Mas, Daniel decidiu não contaminar-se e pediu permissão para não ingerir as comidas reais. Foi atendido.
O que tinha acontecido é que Daniel e seus três amigos haviam sido "deportados" para a Babilônia, quando Nabucodonosor e os babilônios…

Pessoa especial em um dia especial: Maria Julia

Existem “pessoas mágicas” em todos os lugares ao nosso redor. Elas são aquelas com as quais você conhece a felicidade, aquelas te ajudam a voar, brilhar e caminham contigo. São as pessoas com as quais você compartilha a cumplicidade, aquelas que um gesto, ato ou palavra simplesmente mudam seu estado de espirito. Tem um dom especial de transmutar as coisas, essas pessoas magicas pela sua presença alquímica, muitas vezes criam as condições favoráveis para que você possa aliviar  as agruras da sua jornada.
Há pessoas mágicas. Eu juro, já as vejo em varios lugares. Elas estão escondidas em todos os cantos do planeta. Disfarçadas como normais. Ocultando sua maneira especial de ser. Elas tentam se comportar como os outros. Entretanto, às vezes é muito difícil identificá-las. Mas, quando você as descobre, não há como esquecer. ” – Autor desconhecido

Quando li este texto, automaticamente pensei em você Maria Júlia, pessoa especialmente “mágica” que convivo diariamente. 
Você me desafia a evoluir…

Se com as cores do mundo colorir vai desta terra usufruir

Assisti no Animal Planet reportagem sobre o cerrado brasileiro sobre a parceria que existe entre os animais: as formigas cortadeiras, os lobos guarás, tamanduás...

Cada um respeita o ciclo e assim todos vivem bem. Quando o ser humano chegou e arrancou os cupinzeiros os formigueiros para plantar soja alterou essa parceria.
Precisamos repensar a intervenção que estamos fazendo da vida no planeta????
Se pensas que esta Terra lhe pertence? Se crê que só gente é seu semelhante... Vc tem muito que aprender...