Pular para o conteúdo principal

Na hora da crise é possível mesmo, recriar a vida?

Uma vez dei esse nome a um minicurso e até minhas amigas gostaram e acabaram usando em cursos delas também. Mas de fato realmente é possível recriar na hora mais crítica? Sem falsidades e chavões da autoajuda...
Vou sair buscando respostas para meu eu, e prometo que cada pista encontrada vou anotar aqui. E se você puder me dar dicas também são bem vindas, pois cada pessoa tem acesso a lugares, oportunidades, recursos e experiências diferentes das minhas. Portanto pode estar perto de uma pista quente. Penso que juntar as peças pode não ser fácil. Mas preciso com urgência dar algumas respostas a esse meu coração aflito, que minha alma instigou tanto. Preciso juntar os retalhos numa colcha pra aquecer esse frio que não deixa calar. Anos uma insistência interior para escrever. Mas eu não conseguia começar e continuar nenhum projeto online. Mas agora realmente estou presa aqui nessa ideia.
Se não escrever enlouqueço, ou será que já enloquei e não percebi ainda?
Bem na sequência vamos descobrir. O buraco é bem fundo. O tal fundo do vulgar fundo do poço. Então tenham paciência que enquanto a primeira luzinha não der as coordenadas eu ainda estou me debatendo.
Mas já estou pelo vicio do otimismo, tentando achar algo de bom em estar no fundo. O primeiro que me vem a cabeça é que pelo que parece ninguém sente inveja da gente. Já é uma grande vantagem a principio. Você sabe o que os seres desumanos são capazes de fazer por inveja... Falaremos mais disso.
Outra é que a gente não tem mais como cair. Então é só sentar e esperar algo que te faça sair do buraco. E sair não pense que falo de uma mão amiga, ou seja la o que for. Pois isso não funcionaria, Pois todos acham que chegaram ao fundo do poço. Mas quando você arria de verdade é que você sabe que chegou mesmo, e nesse lugar nenhuma mãozinha tem acesso. Portanto ou você acha força interna ou não sairá desse buraco. Ou só um milagre!
Eu vou tentar escrever por aqui mesmo, se der deu. Se não conseguir as respostas e não conseguir recompor as forças vou ser bem honesta com você e dizer a verdade.
Mas o que posso te prometer alem da sinceridade é que eu vou tentar. E vou fazer algo pra encontrar quanto antes algo que funcione definitivamente.
Uma paradinha pra um comentário, esses dias ouvi um chavão dizendo: Não devemos dizer que vamos tentar, devemos dizer que vamos fazer. Olha bem, eu quero que fique bem claro desde o começo que eu vou usar o meu medíocre vocabulário. Que eu vou usar pra me comunicar todas as formas e limitações de comunicação que tenho. 
Mas vou comunicar. E que esses chavões e frases feitas não colam mais. 
Alias essa é a proposta. Buscar juntar, fazer uma síntese desses conhecimentos, misturar e ver o que funciona mesmo. Portanto aqui e agora partimos do principio que tudo tem de ser avaliado, testado e revisado. Nada ainda está declarado como eficiente. Vamos passar por teorias, por experiências praticas e seja la mais o que for necessário para costurar os retalhos.
Uma parte interessante talvez seja de rever certos episódios pra reavaliar. Histórias que já aconteceram e que precisam ser re-significadas.
Para ficar mais leve de ler, vamos fazer em estilo metáforas e /ou curtas historias como crônicas por exemplo...

Uma explicadinha aqui da Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. :
         - A crônica, na maioria dos casos, é um texto curto e narrado em primeira pessoa, ou seja, o próprio escritor está "dialogando" com o leitor. Isso faz com que a crônica apresente uma visão totalmente pessoal de um determinado assunto: a visão do cronista. Ao desenvolver seu estilo e ao selecionar as palavras que utiliza em seu texto, o cronista está transmitindo ao leitor a sua visão de mundo. Ele está, na verdade, expondo a sua forma pessoal de compreender os acontecimentos que o cercam. Geralmente, as crônicas apresentam linguagem simples, espontânea, situada entre a linguagem oral e a literária. Isso contribui também para que o leitor se identifique com o cronista, que acaba se tornando o porta-voz daquele que lê.
Em resumo, podemos determinar cinco pontos:

Aqui vamos fazer uma misturinha entre os estilos Crônica Narrativo-Descritiva, Histórica e não podia deixar de ser a Crônica   Humorística.

Espero que acompanhem esse tempo.  
Um video para começar a falr de que vale a pena VIVER!



Te digo que vale a pena viver! Assista esse video na voz linda de Andrea Bocelli Lindo, gosto muito dessa musica desde 1997 onde ganhei o cd. Tocou na festa de despedida da Jornada daquele ano... Mas nunca fez tanto sentido como agora! Deus te abençõe! Lembre-se: Busque seu limite, porque vale a pena VIVER! http://www.youtube.com/watch?eurl=http%3A%2F%2Fmariaritamichalski.blogspot.com%2F&v=xgSVLgyqGMc

Postagens mais visitadas deste blog

AS 21 BÊNÇÃOS PRODUZIDAS NO JEJUM DE DANIEL

Nova perspectiva inicio hoje. Gratidão pela consciência.  Quarta feira de cinzas. Inicio de tempo de meditação e retiro espiritual. Deserto Interior.

Atualmente existem livros e livros falando de 40 dias de deserto, de meditações... Mas quem me conhece a mais de década sabe que já organizei meditações para 40 dias de jejum e como foi publicado em 1999, tenho como "provar" que não é por modismo que estou iniciando meu deserto 2015 hoje. Estou reeditando a forma e talvez os textos... Quero me colocar em deserto interno e meditar com profundidade e vou fazer isso buscando o que Daniel também buscou a tantos milhares de anos. Sim desta vez farei o jejum de Daniel de 21 dias.
O conceito de um jejum de Daniel vem de Daniel 1:8-14: "Mas, Daniel decidiu não contaminar-se e pediu permissão para não ingerir as comidas reais. Foi atendido.
O que tinha acontecido é que Daniel e seus três amigos haviam sido "deportados" para a Babilônia, quando Nabucodonosor e os babilônios…

Pessoa especial em um dia especial: Maria Julia

Existem “pessoas mágicas” em todos os lugares ao nosso redor. Elas são aquelas com as quais você conhece a felicidade, aquelas te ajudam a voar, brilhar e caminham contigo. São as pessoas com as quais você compartilha a cumplicidade, aquelas que um gesto, ato ou palavra simplesmente mudam seu estado de espirito. Tem um dom especial de transmutar as coisas, essas pessoas magicas pela sua presença alquímica, muitas vezes criam as condições favoráveis para que você possa aliviar  as agruras da sua jornada.
Há pessoas mágicas. Eu juro, já as vejo em varios lugares. Elas estão escondidas em todos os cantos do planeta. Disfarçadas como normais. Ocultando sua maneira especial de ser. Elas tentam se comportar como os outros. Entretanto, às vezes é muito difícil identificá-las. Mas, quando você as descobre, não há como esquecer. ” – Autor desconhecido

Quando li este texto, automaticamente pensei em você Maria Júlia, pessoa especialmente “mágica” que convivo diariamente. 
Você me desafia a evoluir…

Se com as cores do mundo colorir vai desta terra usufruir

Assisti no Animal Planet reportagem sobre o cerrado brasileiro sobre a parceria que existe entre os animais: as formigas cortadeiras, os lobos guarás, tamanduás...

Cada um respeita o ciclo e assim todos vivem bem. Quando o ser humano chegou e arrancou os cupinzeiros os formigueiros para plantar soja alterou essa parceria.
Precisamos repensar a intervenção que estamos fazendo da vida no planeta????
Se pensas que esta Terra lhe pertence? Se crê que só gente é seu semelhante... Vc tem muito que aprender...